sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Olha, quando você está lidando com alguém que tem esse tipo de mentalidade, pode ter certeza de que ele não vai desistir. Ele vai acabar te pegando.

Eles se amavam pra todo o sempre, e queriam casar.
Eles queriam casar, mas por algum motivo a família dela não permitia.
Sendo o amor deles maior que tudo, o noivo convenceu a noiva a fugir. Primeiro eles casariam escondidos, e então partiriam pra qualquer lugar onde não perturbassem o seu amor.
Eles marcaram a noite do casamento.
Na data marcada, a noiva estava lá. Toda pronta, de vestido e véu. Mas ele não.
Ela esperou a noite inteira, e ele não apareceu. Esperou o dia inteiro, e ele não apareceu. E esperou mais uma noite, e mais um dia...
E esperou, e esperou. E espera até hoje.
Dizem que a grande neblina que por muitos dias cobre a cidade é o véu da noiva que voltou para procurar seu homem.

Essa é a lenda de São José da Nova Pindamonhangabolândiatownville do Centro-Oeste. Mentira, o nome da cidade é Paranapiacaba. Mas agora que eu fiz essa brincadeira, talvez você não ache que é assim um nome tão grande quanto ele realmente é.

Quem me contou essa lenda foi o guia da cidade, e eu estou recontando porque eu comentei sobre ela no blog da Line e ela disse que não se lembrava. Então pensei que seria legal postar no meu blog. E aí, foi legal?

Ah, o título é um trecho do Guia do Mochileiro das Galáxias. Ele está falando sobre Deus. Se alguém quiser, eu posto o trecho inteiro depois x)

Hoje a Mika me perguntou se eu acredito em Deus, e isso terminou na primeira vez que eu assumi a minha visão concreta de mundo pra alguém. Digo, eu sempre pensei assim, mas é a primeira vez que alguém pergunta e eu falo.

Pra mim, o mundo é aleatório. Um elemento aleatório no meio de tantos outros igualmente aleatórios.

O tal Big Bang (assumindo que ele realmente tenha sido real) foi uma explosão completamente ao acaso, que não tem nada a ver com a vontade de ninguém. Depois, aqueles gigantescos blocos de pedra se batendo por aí e se instalando numa boa na gravidade do Sol foram totalmente aleatórios. Foram nove oito, mas poderiam ter sido três, quinze, vinte. E daí? O fato do terceiro deles, de dentro pra fora, se apresentar com capacidade de armazenar e sustentar a vida é algo totalmente randômico. Se tivesse sido o nono, eles talvez estivessem com as mesmas dúvidas que os do terceiro. Isso não faz diferença, é aleatório.


O fato de um certo grupo de células ter se dado bem na vida e evoluído pra peixes e depois macacos também é algo totalmente desproposital. Foram elas, mas poderiam ter sido outras, e os descendentes delas poderiam estar fazendo as mesmas perguntas que os das nossas e que os caras do nono planeta.

Se esse grupo de macacos sobreviveu pra ter tempo de endireitar a coluna, foi por pura sorte. Se por acaso uma população enfurecida de mamutes tivesse acordado mais cedo num dia ou outro, talvez não estivéssemos aqui. Talvez os mamutes tivessem tido mais espaço pra evoluir e agora estariam se perguntando qual o sentido de tudo isso, assim como os descendentes das outras células e os caras do nono planeta fariam.

Talvez se os meus pais não tivessem se casado naquele dia, a lua-de-mel teria sido diferente. Talvez os espermatozóides daquele dia fossem outros, e talvez se eles estivessem em outra posição teria sido outro espermatozóide a ganhar, e não (metade de) eu. E se fosse em outro mês, eu teria uma metade totalmente diferente também. Talvez o meu meio-eu tivesse um modo de pensar totalmente (ou meio) diferente do meu, dos caras do nono planeta, dos mamutes, dos descendentes de outras células...

Ninguém precisou colocar a mão no meio pra tudo isso acontecer. Se alguém colocasse, talvez não fosse a bagunça que é hoje. E com essa mania de acreditar em homens gigantes com super poderes as pessoas esqueceram dessa visão mais simples e óbvia, de que tudo é assim simplesmente porque não foi de outro jeito.


Agora, sobre Deus em si... Se existe mesmo um cara onipotente, onipresente e onisciente, então ele é completamente incompetente ou muitíssimo sacana. Um cara com tantas ferramentas que deixa tanta coisa ruim acontecer por aí é um inútil, eu mesmo faria melhor no lugar dele. E se ele for mesmo tão sacana e cruel quanto dizem alguns, nesse caso não merece o meu respeito.
Mas eu respeito os que tem a necessidade de acreditar no homem invisível que vai mandar 99% da população mundial pro inferno. Acho que é legal ter uma esperança dessas, apesar de eu achar meio esquisito.

Bom, é essa a minha visão de mundo. Eu nunca me perguntei por que estamos aqui, porque pra mim não há razão nenhuma. Espero que eu esteja errado...

7 comentários:

Mái disse...

Estamos aqui, porque estamos! A-ha!

Também nunca me coloquei numa questão filosófica a respeito do porque somos terraquios, e se existe Deus e bla bla bla...

Só porque eu continuo aqui, isto sim já me perguntei várias vezes, e descobri que eu continuo porque sou curiosa demais, rs... que quero ver até onde isso tudo vai dar, rs...

Se morrer antes de vc volto pra te contar se eu vi o homem invisível que vai mandar 99% das pessoas pro inferno =]

matheus disse...

Q mitoo do CS aUhaHuaH!
na verdade ñ,mais tdo bem.

Rafael disse...

Eu lembro de paranapiacaba... da chuva e tudo mais... e das zueras com o nome bizarro da cidade... não foi dos melhores passeios ¬¬

não por causa da chuva, lógico...

não vou comentar sua visão de Deus... isso é meio pessoal e levaria uma longa discussão frente-a-frente pra ter um papo proveitoso... até porque eu não sou religioso e não tenho convceitos muuuuito bem formados sobre o assunto.

Danilo disse...

Eu discordo completamente do seu posto de vista e de tudo que você escreceu ai, te tudo mesmo!

Gam disse...

@Mái
Não esquece, por favor!

@Preto
Bom, eu sei que isso não foi porque eu não jogo CS, então explique-se rapaz.

@Dok
Eu não tinha conceitos bem formados. Eu dizia "não tenho provas a favor nem contra, então não falo nada.". Mas eu não tenho provas a favor nem contra a existência do Monstro Espaguetti. Por isso eu acordei.

@Danilo
Posta o seu no seu blog, bora lá!

Jean Perigoso disse...

ei gam pra começo de conversa nao existe inferno(nao aquele com diabinho e tal) e Deus eh tudo de bom e vai muito alem de nossa imaginação nunca pode ser questionado.Ele nos colocou aqui na terra pra evoluirmos e nos deu livri arbitrio se a terra eh assim eh culpa dos humanos e nao dele,porq ele nos deu o planeta nos deu alimento,Etc
Gam existe vida em otros planetas caso vc nao saiba e em varios.
essa discussao iria demorar um bom tempo.Um dia se vc quizer a gente conversa

Liih Fraenkel disse...

Ahhhh, essa lenda...
Realmente eu não me lembrava dela, RS.
Ele contou isso, é ? XDDD

Só lembro de ter pego chuva nessa viagem, que vc ficou me devendo 10 centavos por amarrar seu tênis e que vc me deu uma maçã quando voltávamos pro ônibus, RSS.
Ah, é, vc tinha dito que ia pegar um sapo pra mim também, EHIOAHEIOAE