segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Sempre em equilíbrio-bro, sempre em exercício-cio!

Penso, logo existo. Existo, logo devo procurar um sentido para a vida. Não encontro, logo devo deixar minha marca para provar que já estive aqui. Não deixo, logo escrevo. E escrevo porque falhei em deixar minha marca, falhei em existir, mas ainda posso pensar.

Logo, posto.





Eu tenho um primo que... Correção. Eu tenho vários primos. Uma infinidade deles espalhada por esse enorme país. Mas tenho um, em especial, que convivo mais que os outros. Esse é o Folx.
O Folx se chama Helder. Verdade seja dita, você se chama a palavra que usam para te chamar. Eu me chamo Gam, e não Guilherme. Guilherme é só meu nome. Então, corrigindo de novo, o Folx se chama Folx. Mas eu gosto de chamá-lo Dandão.

Dandão porque sua mãe, senhora minha tia, assim o chamava no tempo em que ele era pequeno e super-protegido. Acredito que foi um apelido de forma a enganá-lo com a ilusão de que ele era mais que uma criança inútil e super-protegida, que ele era um Dandão. Hoje ele continua sendo inútil e super-protegido, mas junto com a idade vieram hormônios masculinos que o impedem de aceitar tal apelido de passado tão sórdido. Obviamente, é por isso que eu ainda o chamo assim.

Dandão (ou Folx, como preferir) é um rapaz pensador. Não digo inteligente, pois assim estaria me referindo as suas notas. Não digo culto, pois assim estaria me referindo ao seu conhecimento. Não digo esperto, pois assim estaria me referindo a sua malandragem. Digo pensador, porque ele pensa muito. Com o conhecimento que tem e a capacidade analítica disponível, ele é um rapaz que pensa. Meu primo, assim como o resto daquela fração específica da minha família, vive em Volta Redonda - RJ.

A fração específica da família é composta por uma avó, três tios, três tias, três primos, quatro primas, um tio-avô, uma tia-avó e mais um punhado de gente. Variando o ponto-de-vista, também pode-se dizer que é composta por uma sogra, uma esposa, uma cunhada, um cunhado, um filho, uma filha, três sobrinhas, dois sobrinhos e por aí vai...
Resumindo, é uma família consideravelmente grande. E, talvez por coincidência ou talvez não, é lá que costumo empreender meus feriados, parcelas das minhas férias e, as vezes, fins-de-semana.
Logo entende-se quando digo que, apesar de gostar da família, não gosto muito de ir pra lá. Dá-se isso devido as intermináveis cinco horas de viagem e de uma variedade de afazeres menor do que aqui em Campinas.

Mas estamos falando sobre o Folx. Em termos familiares, ele é o fruto da união da senhora minha tia irmã de meu pai com um rapaz direito (em ambos os sentidos) e exímio penteador de cabelo, apesar de careca. Mas isso também é outra história. Mantanha-mos o foco no Folx.

Por mais que eu seja contra o estilo de vida tipicamente adolescente do rapaz (skate, garotas, rock'n roll, yeah!) e de suas manias conservadoristas herdadas do pai (hora de ir pra cama, não comer na sala, "vou contar pra minha mãe!"), eu ainda apoio inegavelmente a sua mania de pensar. Mesmo que isso as vezes termine em conclusões que eu não concorde completamente, acho que é um ótimo exercício. E é só por isso que, apesar da enorme divergência de valores entre nós e da sua mania feia de fazer cara de emburrado e falar puxado, eu ainda respeito suas opiniões.

Dia desses ele disse "Você não faz nada além de jogar e ler!". É mentira, claro. Em Volta Redonda não me restam muitas opções além de jogar e ler, mas em Campinas eu juro que tento variar.
Eu não me esforcei muito para argumentar contra por dois motivos:
1) Justamente pela sua mania de pensar, Folx tem valores e posições muito concretas e é um saco convencê-lo de que está errado.
2) A idéia não é de todo ruim.
Pensando a respeito, a vida seria muito mais simples se eu pudesse resumí-la a jogar e ler. Pra começar, não seria de todo tedioso. Dentro das categorias "jogar" e "ler" podemos encontrar infinitas modalidades diferentes que variam do mais trivial livro fictício sobre bruxos e trouxas ao terrivelmente complexo e desafiador jogo da cobrinha (também conhecido como Snake). Se minha natureza não me levasse a ser tão sociável e (por que não?) romântico, juro que tentaria me adaptar a este simples, porém abrangente estilo de vida.


E isso imediatamente me levou a resgatar um pensamento relativamente antigo, que tive enquanto observava minha cachorra na sacada encarando com a mais sincera das curiosidades um enorme e desengonçado besouro. Era mais ou menos assim:
"A vida de um cachorro é perfeita."
O cérebro perfeito, não é? Complexo o bastante para sentir a mais sincera alegria quando vê o amado dono carregando um pedaço de bife e simples o bastante pra esquecer disso e se alegrar com uma coisa mais banal ainda depois que o dono foi embora com o bife.
Cachorros não se incomodam em ser idiotas justamente porque são idiotas demais pra isso. Eles sempre terão alguém pra lhes dar comida e bebida e sustentar assim sua fácil vida sob o Sol. E os que não tiverem quem lhes dê comida e bebida sempre acabam arranjando por aí, na rua. E eles com certeza não se preocupam se estão sujos ou cheios de doença. Um cachorro manco é tão capaz de ser feliz quanto um cachorro perfeitamente saudável, assim como um cachorro pobre e um cachorro milionário se divertem do mesmo jeito na lama.

E é por isso que eu brinco com a Madel, minha cachorra. Não é só porque ela é fofinha e irresistível, mas também porque ela emana aquela estúpida e sincera aura de diversão e simplicidade. Tô errado?

13 comentários:

lamps disse...

"A ignorância é uma bênção" ?

Fabii disse...

Que cadela linda *-* Meu Deus, ele escreve tudo certinho Ò_o' Enfim, "A ignorância é uma bênção" ? (2) Á, eu quero um texto sobre mim também o/ AHSUHAUSHUAHSUAHS

matheus disse...

"A ignorância é uma bênção" ? (3)
Cassete em gam,já ta xeio de camper ahuauhaHaHU!!
O danilo foi com vc mais pelo q vc escreveu(ou ñ escreveu)ele tava lá de extra ?!seilá se vc me entendeu...
(skate, garotas, rock'n roll, yeah!)belo estilo de vidaa...por um tempo,depois vc acaba censando,experiencia propria,e ahh,ñ interpretem mal pois nunca cansariam de garotas e talz mais qanto mais vc tem,mais vc qer e qanto mais vc consege mais vc tem q correr atraz e qanto mais vc corre atraz mais vc percebe q na verdade("ñ aH,aHH") vc ñ tem nda.
o lado sussa da vida vale muitoo apena.

Rafael disse...

ignorancia é uma bênção de certa forma, inteligência também... mas olhando sobre um ponto de vista humano eu num ia querer ser um cachorro, sabe, só é bom ser idiota quando você é muito idiota pra perceber. seria tipo tomar a pílula azul (ou vermelha?) que te leva de volta pra matrix...
bye

Gam disse...

@Black
O Danilo tava lá sim. Mas no fim das contas eu só comentei sobre uma mísera frase do Folx. Não falei nada sobre a viagem do feriado XD
Comentário sagaz esse seu.

@Fabii
KAJSd eu não costumo fazer textos sobre os outros... Eu já pensei em fazer isso, mas alguns iam indiscutivelmente ficar melhor que outros e o povo ia cobrar em cima disso... Além de que tem que ser em momentos inspirados sobre a pessoa em si. Mas quem escreve certinho? Eu ou o Folx? XD

@Dok
Mas então, é justamente essa coisa humana que te faz querer entender mais e mais e participar das coisas. Se eu fosse um cachorro tava pouco me fodendo pra toda essa história de pílula D:



Mas é isso aí. A ignorância é uma benção :I

Jean Perigoso disse...

o folx vai me dar um poster da pitty ele eh foda
garotas e rock'n roll sim
skate eu caiu

Gam disse...

Eu vi o pôster. É feio XDDDDD

Jean Perigoso disse...

hahahahaha nao fala mal da pitty nao rapaz

PS:eh feio mesmo???????

Gam disse...

Aham. É sem graça e ela tá ligeiramente gorda na foto.

Danilo disse...

Nossa! Eu que o diga! Minha cachorra é caga, surda e sofreu na última cirúrgia(das trocentas que ela fez) danos cerebrais levando ela a ser levemente retardada. Entretanto ela é feliz....

Ah e por acaso que ódio, meu blog tá off... Não posso postar...

Willölsei disse...

GAM ISSO É TRAPAÇAA IUHEIEUHAEIUEHAE

Entrei aqui, OMFG, 10 comentários, ultrapassou o meu blog ò_o Fuck!

Mas a maioria é de chat seu, ù_u humpf aiueheauiehu

WHAAAAAAAH, o FOx é gatinho :3 Vou pegar ele quando for pra VR AIUHAEIUEAHEAUI XD' Não tenho nada contra o modo dele de pensar.. E apesar de vocês terem gostos diferentes, eu acho vocês dois tão parecidos =P'

Tipo, ele é mais moderninho e rock'n'roll, como vc disse. VOcê é mais... nerd o_o isso define tudo IUEHEIUEAH mas o jeito dos DOIS serem pensadores, maduros e bons amigos, é realmente... parecido =D

Aliás, quando eu te conheci, a gente jogava neopets e você estava na casa do Fox usando o pc dele, lembra? =D (Esse lembra não pareceu algo como 'memórias carentes de um casal apai..PIIIIII')

Enfim hmm* Quando eu conheci o Fox, eu não me esqueço: Ò_O AVESTRUZ AZUL COM PINTINHAS AMARELAS!

\m/ ainda lembro a senha da sua conta, mas não faço idéia do login... Seu pet deve estar morrendo. E eu consegui completar a Plot de Altador 8D Foi um saco achar a primeira constelação, mas depois com o guia foi facin XD iuahiUHEAIuhEAiua

Será que você não retrucou o Fox naquela hora porque ele teria mais argumentos que você? XD'
Imagino a briga que deve dar quando você vai pra casa dele... =X

DANDÃÃOOO VELHO, =X aeheaiueheiuhauiaeh, ele sabe desse post? owns owns

Não sei como o seu post foi parar na sua cachorra, mas... Viajou legal hein XD'

Folx disse...

o poster éah feio sim ~:

Jean Perigoso disse...

hahahaha coitada da pitty todos contra ela
mas eu ainda vou ai ver com meus proprios olhos