sexta-feira, 25 de abril de 2008

Meu nome é Hofman. Lucas Hofman.


O local é uma sala da turma de informática no subsolo do Colégio Técnico da Unicamp de Campinas, ou COTUCA.
A sala é composta por uns 40 alunos, entre eles, Lucas Hofman. Lucas passou na seleção do Colégio só para segurar vaga, pois não mostrou as caras em nenhuma aula além da primeira.

Naquela noite o professor fazia a chamada rotineira. Todos da classe já eram habituados com as faltas de Larissa Akemi e Lucas Hofman, ninguém lembrava do rosto deles. Mas ao chegar no nome de Lucas, um garoto de pé no fundo da sala levanta a mão e diz com a voz mais grossa que é capaz:

- Presente.

Eu era esse cara. Eu era Lucas Hofman.

Para entrar na escola é necessária a apresentação de um passe. Até agora todos os passes são provisórios e não possuem foto do seu dono, então Lucas Hofman entrou com o passe originalmente pertencente ao Cox. Com a maior naturalidade o apresentei ao guarda, que me cumprimentou com um sorriso.

No meu antebraço estavam escritas as informações básicas que eu precisava saber. Lembretes sobre a vida de Hofman.
Mas a aula começaria com uma prova, e aquilo seria claramente visto como cola.
Enquanto meus contatos iam para a prova, fui para ao banheiro lavar o braço. Em seguida me dirigi a sala de informática (agora com poucos nerds que por algum motivo não foram para a prova) e verifiquei no mural o Registro do Aluno de Hofman. Eu sabia que aquilo seria essencial.

Já eram 19 horas, a prova estava começando. Foi então que lembrei de algo primordial, eu tinha esquecido qual sala era.
Por meia hora um cabeludo desconhecido rondou o Colégio aparentemente perdido, mas quem foi falar com o moço da recepção não era mais um desconhecido, era Lucas Hofman.
E ele falava olhando diretamente nos olhos do rapaz.

- Oi, tem como você saber a sala da minha prova?
- Como assim?
- Eu sei que tenho uma prova hoje, mas não sei onde é.

- Não é na sua sala?
- Eu sou da informática, as provas são em salas comuns...
- A prova é de quê?
- Não lembro. Não tem como você descobrir a partir do nome da minha sala?
- Não tem.
- Puxa, valeu cara.


Desistindo da prova, fui para a sala de informática. O mesmo grupo ainda estava lá, agora lendo um mangá.

- Opa, fora de aula é liberado o uso do PC?
- É sim. Fica a vontade.

- Beleza, valeu.

Sentei em frente a um dos monitores. Era necessário o log-in. Eu sabia que o usuário era o RA do Hofman, mas não fazia a menor idéia da senha.
Ninguém sabia. Lucas Hofman nunca logou na rede daquela escola.
Tentei Hofman... Senha incorreta.
Eu sabia que isso não me levaria a nada, então levantei a cabeça para pensar em outra coisa pra fazer.
E lá estava.

No quadro branco a frente da sala, em letras vermelhas garrafais:

Prova: Salão Nobre.

Eu saí da sala. Não foi difícil achar a escada, agora eu conhecia a planta da escola.
Subi alguns degraus e abordei um passante.

- Oi, qual é o Salão Nobre?
- É o maior, lá em cima.

- A sala 6, né?
- Isso.


Eu sabia qual era a maior sala, não foi só uma vez que passei em frente a ela. No corredor havia uma cadeira desocupada em frente a uma escrivaninha.

Eu puxei a cadeira pra perto da grande porta fechada da Sala 6 e subi. Pela janela superior tentei encontrar meus contatos, mas a sala era muito grande, e o vidro escuro não ajudou em nada.
Então eu pensei no que Lucas faria... Bom, Lucas não aparecia na escola há 3 meses.
Entrei. Eram 19:30.

- Oi, eu posso fazer a prova atrasado?
Ela me encarou, era claro que ela não me reconhecia. Insisti.

- Tipo, atrasado
mesmo.
- Haha, pode sim. É primeiro semestre?
Depois vim descobrir por quê ela fez essa pergunta. Mas na hora só pensei na data atual.

- Sim, primeiro semestre.

A mulher me entregou a prova. Era essa mesmo. Me virei e vi que meus dois amigos riam e me encaravam enquanto eu me dirigia até uma mesa vazia.

Nome: Lucas Hofman RA: 84013 Disciplina: Técnicas de Programação Turma: Informática Observações: Eu sou um cara muito esperto >B'

1. Seu nome é LUCAS HOFMAN (sou eu!), você nasceu em 1982. Seu cachorro se chama REXÍLIA e é da raça DÁLMATA MESTIÇO.
2. A é 0. B é 5. Deeeer!
3. 2, 0, 0, Lucas Hofman (eu mesmo!).
4. C
(não era de alternativa)
5. Ah, nem tô afim. Eu tô é afim de desenhar!

[Desenho de um mago (que foi posteriormente confundido com um duende) e de um tiranossauro pastoso]
Esse é o Mister Hofman. Esse é um clone mal-sucedido de um extinto tiranossauro. Observe sua textura pastosa. Diga olá ao senhor Hofman.

Obs: A segunda parte da folha de respostas foi rasgada para a produção de um barquinho. =/

O barquinho foi rasgado ao meio. Uma metade nomiei "Tita" e a outra "Nic". Ele foi deixado em cima da mesa.
Ao terminar a prova enchi os espaços em branco com multiplicações de matrizes. Aquilo daria um volume extra e tempo pra fugir quando a professora percebesse o desenho na metade inferior da folha.

Fui até a frente e entreguei.

- Ah, não consegui fazer nada.

Até a porta caminhei normalmente. De lá pra frente corri.
Lá fora fui enturmado, jogamos truco na calçada. As 21:30 começou uma aula de Organização Empresarial. É aqui o começo do post.
O professor era mal falado, mas eu o achei bem simpático. Além de desligado, já que ele nem chegou a notar a súbita presença de Lucas Hofman na sala.

Durante essa aula confirmei meu desfarce enganando outros alunos da sala.

- Opa, qual seu nome?
- Lucas.

- Lucas Hofman!?
- Isso.

- Caraca, você nunca veio pra aula, né?

- Pois é, só vim na primeira e hoje...

- Por quê!?
- Ah, nem tava afim.

- Mas agora vai vir sempre?

- Talvez. Se eu achar a matéria muito foda nem vou.

Então um dos meus novos amigos se adianta.

- Cara, ele deitou nessa prova!

- Sério!?

- É, esse aí é um Deus no Turbo Delphi!

- Porra!!!!

- Co-criador da parada!


- Sério que você deitou, Lucas?
- Ah, nem tanto... Eu errei algumas coisas.
- Mas você manja mesmo? Aprendeu onde?
- Eu tenho um primo...


O resto da noite foi tranqüila.

Esse foi meu dia como Lucas Hofman. Acho que ele nunca vai receber sua prova zerada, então tenho a mente tranqüila.



Como vêem, eu não tinha muitas opções de imagens pra esse post. Mas espero que só a história já tenha bastado para satisfazê-los. C:

8 comentários:

Rafael disse...

Gam, você é completamente insano... isso é bom. Não faça terapia.

Keep Walking

Pir4do disse...

Curso amador... turbo delphi é do tempo que minha vó fazia muleta de troncos de arvores na Irlanda

O negócio agora é Ruby on rails!!!

Carlla disse...

Ai nem sei o que comentar Luca kkkk vc eh Insano demais menino =)

Zoroastro disse...

Muito bom garoto. Continue dissemindo o caos assim

mats disse...

auhaauhauahu!!!
aposto q c esse cara resolve aparece lá de novo tdo mundo vai percebe,ai todos vão lembra da sua intimidade com o COX(vc esqeceu de fla q vc disse q tinha um caso com o COX)e com o Flafla HAAUUAUAH!!!qero só ve c eles c foderemmmm huahuuuuuuhuh!!

Gam disse...

JKDHASKJLDHASKJLDHASKJDH pode crer né

Jean Perigoso disse...

Gam foi um bom disfarçe
alguma coisa boa vc aprendeu perto de min
é muito bom engana os otarios
hahahahahahhaa

Luå disse...

IUOAEHOAEUIHOAEUIHEAUI WHAT THE FUUUUUUUUUUCKKKK???
E O JEITO QUE VOCÊ ESCREVE ISSO, MUITO BOOOM XDDD
Omg, que TOOOSCO! Como você faz uma coisa dessas E EU PERCOO??? DD: